quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Admitida a sensibilidade: Ou seria a insensibilidade....


A Deusa, administradora do grupo, não pensou em expulsar o spin, conforme consta no post abaixo, sendo que neste áudio enviado via Whatsapp ela esclarece o problema, meus agradecimentos a ela

https://drive.google.com/file/d/1-PnVl7My6up-UBVgJ0NRsMpApSOrcCRA/view?usp=sharing

A resposta à Deusa, e grato pela gentileza....geralmente quem gosta de animal gosta de gente também, dá para ver....se bem que, às vezes não: há quem goste apenas de animais e nada errado nisso....se bem que gente também é do reino animal....melhor colocar uma pedra em cima dessa questão sem solução, não é...se bem que a ciência traz novidades sobre essa dúvida, vide o rodapé do post...

https://drive.google.com/file/d/1-SPaF5s_quvze-IGiPydgLjpPHUsd_cr/view?usp=sharing

Segue o relato na íntegra e, como a retificação é a maior virtude, já foi feito o reparo quanto o lance da expulsão, ok

O spin não tem vida fácil: onde quase foi expulso de um ambulatório focado em reiki para bichos......como se já não bastasse ter sido expulso de um velório, da missa durante o ofertório, da rodoviária: tudo por causa do sua arte....
....que arte maldita é essa...que paganismo artístico é esse....

.,,,,para não ser expulso do pet teve que declarar-se animal...aliás, ele é isso mesmo...quer dizer: também....e por falar em animal, o spin está construindo um mundo para eles e, como parte deste mundo que comporte as individualidades animal, humana e jurídica, por estes dias encontra-se em duas derivas....derivas ou con|(sequências\) ou sincronidades:

1- UMA PERFORMANCE COM BICHOS - o spin encontrava-se no interior de um táxi, parado no sinaleiro da  Avenida Goiás esquina com a Rua 3 quando passou uma mulher empurrando um carrinho de bebê e, em seu interior, 6 filhotes de pitbull:...o spin motorista, ao ver aquilo, ficou bravo....e eu disse para ele: esquenta não....é uma obra de arte....talvez ele esteja fazendo uma performance artística e não sabemos: me pareceu paganismo artístico, uma arte do Renascimento....

que passou ali carregando 6 filhotes de pit bull num carrinho de passear com bebês humanos....

2- UMA PRISÃO INVISIVEL NA CIDADE INVISIVEL - a outra obra ocorrerá numa prisão que fica na Praça da Biblia em Goiânia: uma prisão para prender quem não tinha o dinheiro da passagem do ônibus: a antiga prisão é ignorada por todos que fica

Esta obra do spin é a história da negação da negação, ou seja, voltar para a história aquilo que havia sido negado....ontem a noite, antes de dormir, resolveu aceitar, após negar, uns papos triviais entre bruxos e bruxas num grupo de WhathsApp, em que ele gosta mais de observar do que responder ou perguntar, até mesmo porque se trata de persona(gem) avesso à interatividade, diálogo, estas coisas, alás, ele nem gosto de ser comentado e, por isso, optou por monologar: ele disse que prefere o anonimato e a misantropia à visibilidade...

3-  MEIO É MENSAGEM:  em cada lugar de escrita, uma sensação vibração...

O meio e mensagem, disse-nos  Larissa Mundim, da Editora Nega Lilu, durante a oficina na Ube....isso implica em dizer que, dependendo do meio o qual o usamos para nos manifestar, a mensagem adquire um significado: Uma conversa entre dois personagens via WhatsApp pode ser uma bela obra, sendo que a mesma conversa adquiriria um novo significado se dita no interior de um

sábado, 6 de abril de 2013

Composição D

Forma: o altar do spin ou altar D: os 3 códigos da vida, a resina de angico, a imagem de Charles Chaplin...


Terminado o momento forma, vamos ao momento visão ou estado visionário do ser

Ao fechar os olhos vi três bandeiras hasteadas, uma tríade, que entendi como sendo os 3 códigos da vida: espiritualidade, sexualidade e sociabilidade. 
Não entendi porque as duas últimas bandeiras, aquelas relativas aos códigos 2  e 3 - sexualidade e sociabilidade - estavam atadas.


Agora vamos ao momento conhecimento:
Em branco


sexta-feira, 29 de março de 2013

spinLeaks

Este email é de jun ou jul 2005, perdi o cabeçalho, não estou localizando o email,..,continuidade do spinLeaks

vfc visão forma conhecimento
Visão: o primeiro momento

Na cidade-estado de Idéia não existe nenhuma contradição=distância entre os sócios da sociedade, que são os animais, os seres humanos e as pessoas jurídicas. Farão a seguinte objeção: “isto é impossível. A contradição faz parte da história humana. É impossível existir esta sociedade tão harmônica.”
Resposta: as leis da integralidade,  que são as leis da perfeição, veja só, as leis da perfeição, não do perfeccionismo=capitalismo=socialismo=bestialismo sempre estiveram presentes. Embora ausentes, invisíveis, nunca foram, e jamais serão, revogadas. E como tais leis estão a pleno vapor, cada um de nós está submetido a elas. Embora não se perceba, não é à toa que Idéia tomou a forma de um armário para dar uma porrada na cara de Roberto Jefferson, spin político=ator=cantor etc. Dirão: ele é um santo! Sim! São Barrabás! Todos vós são santos, inclusive Ben Laden. Interessante notar como todos os nomes destas divindades atuais começam com a letra B. B de Bando. Todos iguais. Um bando. Assim 1=1=1=1=1=1=1=1=1=1=1=1=1=Beto=Bush=Bento=Blair=Berlusconi= Been Laden=Barrabás etc. Como esperar que saibamos quem, dentre estes farsantes, quem é Jesus e Barrabás? Por acaso, Ben Laden não é um deus para muitos? No fundo no fundo ele é tão demoníaco como

Spinleaks


  • ‎MMMV, momento oitavo.eml - 
---


MMMV já havia concluído sua obra várias vezes
Várias edições
Ocorre que não havia caído a ficha
Repetiu a obra tantas vezes
Que foi obrigado a passar pelo que passou
E quando deu-se conta de si
Vi que estava nos braços da morte
Assim, aos poucos
MMMV, imóvel, sem poder gritar
Ouvia  o  incrível som
Era o som  do seu pescoço sendo destroçado
Desarticulado, desconstruído pela morte
Crash crash crash crash crash crash...
Era o som da morte
Bem diferente do som ouvido depois que tudo se passou
O spin cantor Ney Matogrosso cantando Gyta
Uma composição de Raul Seixas
No sonho, o cantor estava MV, Muito Vertical
Tão vertical espiritual que desequilibrou o corpo
Era um som cristalino
Água de cachoeira

spin leaks

Este trecho encontrava-se na pasta rascunho, pode ser que se repita em algum lugar por ai, daqui a pouco tenho que sair para Brasilia, para assistir ao show do spin cantor, caso eu morra na estrada, continuem esta obra


Tudo o que há 

E o que há 

É MMMV

Em todos os momentos

Dormindo

Acordado

Sempre

Morte

Vida

Metade Morte Metade Vida

Somente o Integral Perfeito é 100% Vida

Eterno

Idéia Sem Morte

segunda-feira, 11 de junho de 2012

A História de Idéia. Versículos 71 a 73

.
.
.
.
.
71 Eis aí a cultura apoiada pelo papa=papisa, a cultura da violência
a opressão contra aqueles que não iguais a ele
a morte dos diferentes
não a este tipo de nsinamento nazista=perfeccionista=anti-libertário!!!!
.
.
.
.
.
72 que tal praticarmos o exercício do acolhimento
Meu filho, eu te aceito=acolho=tolero como tu és~
Disse-me minha mãe
Diz-me o sol=pai neste momento singular da História de Idéia
ela: te dou minhas mãos para que realizes o teu projeto
Para cumpras a tua missão
Afinal de contas viemos para isso
cada um de nós cumpre uma missão no mundo
cumpra tua missão
Repita o que já estava escrito
.
.
.
.

domingo, 4 de julho de 2010

29a Bienal de São Paulo

Autor: Art a part of cult(ure)

A 29ª Bienal de São Paulo está ancorada na ideia de que é impossível separar a arte da política. Essa impossibilidade se expressa no fato de que a arte, por meios que lhes são próprios, é capaz de interromper as coordenadas sensoriais com que entendemos e habitamos o mundo, inserindo nele temas e atitudes que ali não cabiam e tornando-o, assim, diferente e mais largo.

A eleição desse princípio organizador do projeto curatorial se justifica por duas principais razões. Em primeiro lugar, por viver-se em um mundo de conflitos diversos, onde paradigmas de sociabilidade são o tempo inteiro questionados, e no qual a arte se afirma como meio privilegiado de apreensão e simultânea reinvenção da realidade. Em segundo lugar, por ter sido tão extenso esse movimento de aproximação entre arte e política nas duas últimas décadas, se faz necessário, novamente, destacar a singularidade da primeira em relação à segunda, por vezes confundidas ao ponto da indistinção.


sexta-feira, 7 de maio de 2010

Experiência de morte no Teatro

No momento me lembrei de uma experiência antiga

Foi quando eu estava na platéia do Teatro Goiânia
No palco a spin cantora Marivone Caetano cantava Caro Nome, de Verdi
Ela usava um belo vestido negro, colocou a mão sobre o joelho e um pouco derreada e olhando para o céu cantou
Neste momento adormeci
Durante o sonho, a cantora atuava no palco
Sento Una Forza Indomita foi outra música cantada
Durante o sono vi-me no mato, em frente a uma casa de palha
Aroxima-se uma ave negra, a inhauma ou inhuma
A ave se aproximou como se fosse aliada
A ave começou a enfiar as penas do seu rabo no meu coração
Dor
Comecei a morrer
Morri
Inexisti
Fui salvo pelas palmas dos presentes
Era o povo aplaudindo Marivone Caetano
Durante a minha morte, quanto mais palmas mais as penas entravam no meu coração
Foi quando vi que o momento da morte é um momento de silêncio
( ) Sem palmas
Devido as penas, o meu coração foi parando.
Esquecimento total.
Inexistência.
Morri.
O eco me matou
Silêncio!
Silêncio na hora da morte
Que morramos sem palmas ou lanças por perto
.